quinta-feira, 31 de maio de 2012

O CALOR ESTÁ DE VOLTA

Se á coisas que eu evito é correr com o calor.Mas como se pode constatar hoje o calor está de volta.
Não é uma época em que goste particularmente de correr.Até porque estou avisado(pelo cardiologista) que não o devo fazer com temperaturas altas , mas mesmo que não tivesse esse aviso eu não me sinto nada bem com o calor.É muito provavelmente um dos motivos que causam alguns problemas  á maioria dos corredores , por isso quero partilhar com todos os leitores este texto que pode ser útil:

Texto da autoria de Lecticia Vieira
O calor é um dos piores entraves dos treinos de corrida. Mas não deixe de treinar por causa das altas temperaturas. Nós ensinamos como evitar o calor para você aproveitar seus dias e não parar de correr.
Discussão acalorada
1 – Beba sempre
No clima quente você deve consumir ao menos dois copos de água a mais que o habitual. Se você vai correr bem cedinho, o melhor a fazer é se hidratar bem no dia anterior. A regra básica é beber entre meio litro e um litro de líquido por hora de exercício, ou 90-180 ml de líquidos a cada 15-20 minutos. Use também as bebidas que contêm eletrólitos, porque o suor elimina uma grande quantidade de sais minerais do organismo.  Use alguma bebida que  contenha entre 25-50 gramas de carboidratos, 230-345 mg de sódio e 40-100 mg de potássio.
2 – Corra muito cedo ou muito tarde
Alguns corredores executam seus treinamentos por volta das cinco da manhã. Justamente para não sofrer com o sol, principalmente em regiões com temperaturas que ultrapassam os 30º C. Se você não pode acordar tão cedo (ou não gosta),  procure treinar o mais tarde possível. Embora o sol atinja seu ponto mais alto no céu ao meio-dia, a temperatura da superfície da Terra chega a seu pico entre três e cinco horas da tarde. Alguns atletas optam por uma corridinha nocturna e sem camisa.
3 – Planeie seu treinamento
Faça sua sessão em um parque com bebedouros e locais que vendam alimentos e bebidas.  Uma possibilidade é programar um circuito que inclua locais onde você possa encher sua garrafinha ou até deixar alguma escondida pelo percurso. Outra alternativa é fazer um percurso circular e passar várias vezes em frente de sua casa, deixando água ou bebidas desportivas prontas para o consumo. Um truque enviado por um corredor do Egipto é realizar um passeio de bicicleta por seu percurso de corrida e deixar bebidas durante o caminho.
4 – Verifique o índice térmico
Não é o calor, mas a humidade do ar que mais afecta os corredores. Por exemplo, pode ocorrer uma temperatura de 37 º C às 8h, nas  zonas costeiras, mas se a humidade chega a 100% você vai sofrer muito mais. A humidade do ar reduz a capacidade do corpo para refrescar-se pelo suor. O índice térmico é a combinação entre a temperatura com a humidade relativa do ar para fornecer o valor da temperatura aparente, que é o verdadeiro calor. Institutos de Meteorologia divulgam alertas quando essa humidade  atinge valores de 40,5%. Verifique a previsão do tempo antes de um treino longo. Em algumas áreas, a temperatura não cai muito durante a noite e a humidade é maior no início do dia.
5 – Material certo
Quando for correr no Verão, tente usar roupas muito leves e se possível com tecidos inteligentes para dispersar o suor. Assim a temperatura de sua pele ficará mais fresca e o treinamento, mais agradável. A roupa de cor clara reflecte o calor e se estiver um pouco ‘folgada’, o ar pode circular melhor. Os bonés não servem apenas para a protecção contra o sol. Tente colocar um pouco de gelo sobre o boné. Seu efeito de resfriamento pode durar até 40 minutos. Além disso, com o derretimento do gelo, a água escoa gerando uma refrigeração. Você sentirá a diferença.
6 – Adapte-se ao calor
A boa notícia é que o corpo começa a se adaptar às altas temperaturas em 3 ou 4 dias, mas pode demorar até duas semanas para ocorrer a aclimatação. De acordo com Alberto Aguirre, um corredor de Guadalajara, no México, "correr em minha cidade é enfrentar o calor na maioria das vezes, por isso o meu "segredo" é lidar com ele diariamente. Longos de 30 km ao meio-dia são muito difíceis, mas com a adaptação gradativa fica mais fácil completa-los, mesmo com o clima quente."
7 – Seja sensato
Rik van der Vaart, que sofreu um golpe de calor quando se mudou para os trópicos em Aruba, há 10 anos tem uma dica.  "Pare o treino, vá para uma sombra e beba água gelada se você sentir náuseas, enjoo ou dores de cabeça durante sua corrida ao sol". Há outros sinais de alerta tais como mal estar e parar de suar. Nesses casos pare e vá para um lugar com sombra e frio. Acima de tudo ouça seu corpo e siga os sinais que ele lhe envia.
8 – Vá pela sombra
Se você tiver oportunidade, no Verão, viaje para regiões montanhosas, com temperaturas mais frias. Em qualquer momento, se você puder passar por uma sombra será um alívio, por exemplo, no aquecimento, ao parar para beber água e no alongamento. Desenhe suas corridas em áreas residenciais e arborizadas para aproveitar as sombras. Alguns parques oferecem até irrigadores que molham e refrescam o corpo ligeiramente.
9 – Ritmo lento
Deixe a maratona para o inverno. A temperatura ideal para os 42 km é de 12 º C, segundo o Dr David Martin, da Universidade da Geórgia (EUA). A cada 4 º C acima dessa percentagem piora a sua marca em um minuto ou mais. Sua marca em uma corrida de 10 km a uma temperatura de 27 º C é de cerca de 10% pior do que a 15 º C. Algumas corridas pelo mundo oferecem aspersores (espécie de borrifador de água automático) para refrescar os corredores, e inclusive nebulizadores em vários pontos ao longo do percurso. No verão não se pode querer correr no máximo de sua potência, como você faria na temperatura ideal.
10 – Aproveite
Aproveite o calor e principalmente se estiver em férias. Coloque roupas leves, um bom ténis, e saia correndo. Desfrute distâncias mais curtas. Se mora na praia, caia no mar para refrescar ou aproveite por alguns momentos a piscina, antes ou depois do treino. Uma boa maneira de evitar o aquecimento é resfriar o corpo antes de começar a treinar. Outro truque é fazer sucos com bebidas isotônicas para consumi-las bem geladas após o exercício.
Lecticia Vieira

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Caminhadas estão na moda

caminhada .27.05.2012-Amarante
É com alguma satisfação que vou assistindo a este "novo"fenómeno das caminhadas.Sempre gostei de tudo que fosse actividade física , mas como qualquer cidadão também tive a minha travessia no deserto , durante alguns anos e movido por outros aspectos da vida descurei um pouco esta parte tão importante e que faz parte do meu ADN que é fazer actividade física e gostar  desfrutar da natureza . Nos últimos tempo têm sido muitas as caminhadas organizadas umas por uma qualquer causa , outras apenas e só pelo motivo de por as pessoas a mexer.Ainda me lembro que enquanto jovem procurava alguns locais escondidos para dar as minhas corridas , tudo isto para me livrar de algumas bocas  de um povo ainda (na época ) pouco sensibilizado da importância da actividade física no crescimento de qualquer adolescente ou jovem.Ora são exactamente esses que me criticavam (não só a mim mas a quem se atrevia a correr)que hoje eu vejo a dar as suas caminhadas .Confesso que não guardo rancor , antes fico feliz , porque nunca é tarde.Ontem enquanto me deslocava para mais uma hora de actividade física (por incrível que pareça foi futebol...) dou com uma caminhada ..aqui bem perto e muito bem organizada...e quem lá estava ...? os mesmos que á 25 anos criticavam aqueles que procuravam apenas e só ser diferentes.Espero que a moda pegue e que todos se  mentalizem  da importância da actividade física  no dia a dia de cada um.

12º G.P. de CODESSOS

Daniel Pinheiro e Rui Teixeira

  • Rafaela Almeida e Rui Teixeira vencem 12º  G.P.premio de atletismo de codessos
Decorreu ontem em Paços de Ferreira , mais propriamente na freguesia de codessos o 12º grande premio de atletismo que contou com um bom numero de atletas em todos os escalões.
Rui Teixeira atleta amarantino que representa o maratona clube de portugal venceu com o tempo de 21:29 seguido do atleta do Maia Daniel pinheiro a 10 segundos e Hélder santos dos cyclones que gastou mais 18 segundos.Em femininos Rafaela Almeida do BENFICA foi a vencedora seguida de Catarina Lima do várzea a 14 segundos e Andreia Santos do Joma  a 20 segundos.De referir que 209 atletas cortaram a linha de meta e que na sua grande maioria eram veteranos o que vem reforçar a grande tendência das ultimas provas que se vão realizando um pouco por todo o lado , apenas 60 seniores o que é uma sem duvida muito pouco para os 149 veteranos que terminaram entre eles 9 senhoras veteranas exactamente o mesmo numero que as seniores femininas.
                                                                           resultados

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Correr em grupo , ou correr sozinho...

este foi o resultado da Natércia
na meia maratona de Cortegaça


  • hoje corro eu                                               

Correr em grupo ou correr sozinho...?Esta é uma  pergunta que quem gosta de correr estou  certo que já muitas vezes colocou a si próprio.
Eu comecei sozinho , mas confesso que  não é fácil  , na altura corria 30 minutos já pensava que tinha corrido uma maratona.Mais tarde comecei a correr em grupo e é realmente mais fácil principalmente quando se corre grandes distancias.
A experiência  diz-me que o grande treino é sempre o treino mental , só depois está o treino físico propriamente dito. Eu não conseguia correr 1 hora sozinho , até que um dia disse que tinha que conseguir.Se o pensei melhor o fiz  e parti para a estrada com essa convicção , consegui  até mais rápido que acompanhado (13km 1:02).A partir dessa data (2006) Nunca mais tive problemas em correr só , a barreira mental que me impedia de correr só durante muito tempo estava ultrapassada.Cheguei a fazer treinos de 20 e 30 km sozinho !

A companhia do relógio..
A quem não goste de correr com relógio , dizem  que aumenta a pressão , eu cá não o dispenso , sempre gostei de estatísticas , gosto de saber o que faço mesmo que ás vezes essas estatísticas representem uma grande desilusão....
Para alem disso para mim é uma companhia interessante durante o treino (em especial quando treino só).
Não corro nada de especial , nesta fase da minha vida só quero é mesmo libertar o stress , mas isso não implica que não goste de saber o que corro , por  vezes um treino a 6`km até é um bom treino desde que se tenha atingido o objectivo para o qual  se vai correr.Por isso meus amigos com companhia ou sem companhia , com ou sem relógio o importante é correr....e ser feliz a 6 , a5, ou a 4 por km.Boas corridas.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Qual o piso para correr ...?

eco-pista (antiga linha do Tâmega)
Todos os corredores têm preferências varias em relação ao percurso ou tipos de piso para as suas corridas .De facto por experiência própria posso dizer que durante muitos anos quase não dava  importância a esse pequeno "grande pormenor".
De facto acho que somos todos assim , quando tudo corre bem não nos apercebemos que á alturas que estamos a criar grandes lesões devido ao piso em que corremos.
 Em 2010 quando treinava para a maratona comecei o meu  longo calvário  no que a lesões diz respeito.Não tenho qualquer rigor cientifico para atestar os meus argumentos mas ainda hoje me convenço que foi precisamente devido ao piso que as lesões apareceram. Na altura era quase moda treinar na eco-pista  , que tinha  acabado de ser pavimentada com um piso que ao que sei foi a primeira vez utilizado em Portugal.Dai para cá muitas têm sido as queixas de atletas que desistem de lá correr porque ao fim de algum tempo começam a ter lesões nomeadamente nos tendões.Confesso que pessoalmente a terra é o meu piso favorito para correr , é mais suave e apesar de se correr mais lento é na minha opinião o piso que menos lesões pode causar.Quanto á eco-pista acho que é mais apropriada para caminhar ou andar de bicicleta , para correr com frequência , não .

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Recorde de participação na 7ª meia maratona do Douro

A meia maratona do Douro bateu o recorde de participação na sua 7ª edição.De facto não era de prever que esta prova viesse a atingir este recorde de atletas , para quem como eu participou nas primeiras edições , com uma organização completamente amadora , diria mesmo muito amadora ,com o tempo a prova evoluiu  muito á custa da marca Douro e hoje é um sucesso de participação.
A prova está mesmo entre as primeiras 5 que se realizam em Portugal no que a participantes diz respeito , com uma autentica "maquina" montada com grandes patrocinadores que aproveitam a prova para promover ainda mais toda a região do Douro.Não participei na edição deste ano mas pelos ecos que me vão chegando  a prova foi bem organizada de certeza  as graves falhas de 2010 serviram  de lição.Este ano (!)não estiveram presentes os habituais atletas estrangeiros de elite  o que permitiu que os primeiros lugares fossem para atletas portugueses , Rui Pedro silva E sara Moreira foram os grandes vencedores esperamos que  seja um grande alento para os jogos olímpicos.Terminaram a prova 1610 atletas de cerca de 25 países.

domingo, 20 de maio de 2012

Dor muscular prejudica o treino e a qualidade de vida



Os músculos estão dispostos em quatro compartimentos envolvidos por um tecido fibroso e pouco elástico chamado fascia. É como se esses músculos ficassem "semiblindados" dentro desses compartimento de paredes firmes. A síndrome comparti mental se caracteriza por uma condição em que o trauma ou exercício repetitivo causa aumento da pressão do compartimento musculofascial, causando dor que pode estar associada com inchaço, formigamento e fraqueza muscular. Essa dor pode ser cronica ou aguda, e é mais comum na musculatura das pernas.  
O atleta inicia actividade física sem dor e após determinado período de exercício refere dor associada ou não a alterações de sensibilidade na região lateral da perna, os sintomas aliviam com repouso e não se manifestam durante actividade de vida diária. Os sintomas surgem com a mesma periodicidade, geralmente o atleta refere dor após determinado tempo ou distância percorrido inicia com dor. As manifestações são bilaterais em 75% a 95% dos casos. A síndrome comparti mental cronica da perna é uma das lesões mais comuns induzidas por exercício em práticas desportivas, onde ocorre a sobrecarga acompanhada do impacto repetitivo, particularmente na  corrida e treinamento militar. As cargas axiais repetitivas provocadas durante a corrida aumentam pressão do compartimento. Também existem relatos de síndrome comparti mental cronica no antebraço de motociclistas. 

Diagnóstico e tratamento

O difícil diagnóstico da síndrome comparti mental cronica decorre de as manifestações clínicas apresentadas serem inespecíficas. São várias as causas de dores musculares em atletas e para diagnóstico preciso é necessário que o médico tenha conhecimento das actividades do atleta, além de suas actividades diárias e de todos os sintomas que o paciente está sentido. 
Os exames de imagem convencionais geralmente são normais, porém devem ser realizados para afastar os diagnósticos diferenciais como tibial, ou fractura por stress que tem alguns sintomas muito parecidos com o da síndrome comparti mental. São necessários exames dinâmicos realizados durante e logo após actividade física, quando ao iniciar a dor. Pode-se realiza a Ressonância Magnética ou eventualmente Ultra-sonografia. Porém mesmo com o teste dinâmico pode apresentar imagens normais.  O diagnóstico mais preciso é obtido por meio de medidas da pressão intra-comparti mental avaliadas nos períodos pré e pós-exercício através de instrumentos de precisão.Qualquer pressão comparti mental superior a 30 mmHg, medida um minuto após a realização de exercício, ou pressão superior a 20 mmHg 5 minutos após a realização do esforço, são considerados diagnósticos positivos de síndrome comparti mental. A opção de tratamento deve ser considerada como uma opção para acabar com esse incomodo. Porém, nos casos em que a evolução não é satisfatória, o tratamento é cirúrgico e consiste na libertação do tecido pouco elástico que envolve os compartimentos musculares afectados, permitindo a contracção e expansão muscular sem que haja a compressão da musculatura da perna pela fascia pouco elástica, embora o resultado, às vezes, pode não ser o esperado. 
O importante é não continuar convivendo com a dor. Além de prejudicar o resultado do exercício, um incomodo cronico como este pode diminuir muito a qualidade de vida daquelas pessoas que gostam de praticar desporto e manter a forma. 
Autor do texto:
Moisés Cohen

Ortopedia

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Trail Noturno em Marco de Canaveses



um grupo de atletas do Marco de Canaveses vai organizar no próximo dia 4 de Agosto um Trail noturno.A prova com grau de dificuldade médio ,  terá como percurso as zonas florestais de Soalhães vila  que fica a poucos km do Marco de Canaveses .O percurso contempla ainda a passagem por várias capelas existentes na região.No final  terá para alem da entrega de prémios um convívio ajantarado que decorrerá pela noite dentro.



quarta-feira, 16 de maio de 2012

Cronicas das Corridas ao serviço dos corredores

Costa & Natércia com Carlos Castro 
Não é segredo para ninguém que o atletismo é uma espécie de parente pobre do desporto em Portugal no que á sua divulgação diz respeito.
Apesar do aumento do numero de praticantes(não federados) ter sido grande nos últimos anos , e  no que a medalhas diz respeito ser a única modalidade que até aos dias de hoje conseguiu levar Portugal ao pódio dos jogos olímpicos , a imprensa e a comunicação social de uma maneira geral por norma passam ao lado dos eventos que todos os fins de semana se realizam um pouco por todo o lado.
Com as novas tecnologias as coisas estão a mudar , a Internet é sem duvida um grande apoio dos corredores , em especial dos que fazem  da corrida o seu "vicio"e que normalmente gostam de estar informados não só de provas mas de tudo que gira em torno da modalidade.
Neste domínio tenho que destacar o http://www.cronicasdascorridas.com/  blog que á bem pouco tempo se transformou em pagina principal , e que á muito funciona como grande apoio dos corredores com  um  alargado conjunto de informações desde provas , resultados , artigos , reportagens fotográficas, etc.
Tive no domingo passado o prazer de conhecer pessoalmente o mentor deste projecto , Carlos Castro , também ele um ex-atleta que por motivos de saúde se viu obrigado a abandonar a corrida mas que continua a prestar o seu grande contributo á modalidade.O Carlos teve oportunidade de me dizer que tem em mente outros projectos com o objectivo de promover e divulgar este desporto fantástico que é a corrida e que cada dia que passa tem mais praticantes.Penso que todos os atletas estão gratos por este trabalho que ele desenvolve em prol da corrida e que é seguramente das paginas mais completas e actualizadas no que ao atletismo diz respeito.Por mim terá sempre o seu lugar de destaque no canto superior direito deste meu pequeno edifício que é este meu blog.Continue que os corredores agradecem.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

o poder da superação

Nunca é tarde para começar e é sempre cedo para desistir

Meia Maratona de Cortegaça , entre o mar e a floresta


É com um sentimento misto de tristeza e  alegria que começo por escrever sobre a minha 5ª meia maratona de Cortegaça.De facto foi tudo menos normal esta que foi a minha 36ª meia maratona . Depois de quase 2 anos a lutar com tantas lesões alimentei a ideia que tudo estava a ficar bem , eis que surge o contrario .
A minha prova

a medalha que não queria ganhar
 Os últimos treinos apesar de poucos davam a entender que já tinha capacidade para correr uma meia maratona próximo do que já fiz , por isso programei correr para 5 minutos /km. Depois de um inicio lento lá fui para o objectivo traçado passando aos 5km com 24:40.Aos 8km senti que estava a "cozinhar"uma bolha no pé esquerdo mas fiz de conta...aos 10 a coisa estava normal com 49:25.Corri com dois jovens que pela primeira vez corriam em Cortegaça e novos neste desporto e a quem prometi ajudar .Mas aos 11km era impossível correr , defender-me da bolha no pé esquerdo afectei o problema cronico da perna direita ...e de repente fiquei a" mancar"passando por momentos de muitas dores. Arrastei me até aos 15 km onde cheguei com 1:16  , parei , bebi agua  e alonguei durante 5 minutos.Resolvi esperar pela Natércia que chegou na companhia da Elisabete , depois de contar o sucedido lá fui eu na companhia das duas a ver se elas me levavam a meta pois até hoje nunca desisti e não queria que fosse hoje.A Natércia estava muito bem e prometeu  á Elisabete que a ajudava a terminar com um tempo abaixo das duas horas.Entrei naquela onda solidaria e lá terminamos com 1:55:01.Muito bom , fiquei triste pelo que me aconteceu , mas feliz por elas que fizeram uma grande prova com grande sentido de entre ajuda e solidariedade como deve ser sempre.
Pela primeira vez terminaram 3 mulheres de Amarante uma meia maratona , pois para alem da Elisabete e da Natércia também Vânia Serafim terminou em bom plano .O destaque desta prova para os atletas de Amarante  vai para Manuel Cardoso que consegui alcançar um objectivo que á muito perseguia de baixar 1:20 á meia (terminou com 1:19:11).
A organização
A meia maratona de Cortegaça tem tudo para ser uma das melhores provas a nível nacional e não só , tem um percurso fantástico e um enquadramento paisagístico invejável , mas precisa de se modernizar em muitos aspectos para poder crescer e não estagnar , apesar de tudo dou os parabéns aos Falta d`ar por esta festa que todos os anos proporcionam a quase um milhar de atletas.





quinta-feira, 10 de maio de 2012

Clair Lomas , paraplegica completa maratona de londres

Pois  é meus caros amigos das corridas , todos os dias somos surpreendidos com coisas fantásticas relacionado com as provas de atletismo.Este ano a maratona de Londres teve um pouco de tudo , desde a morte de uma jovem mulher que corria por uma grande causa , até a um recorde único no mundo , uma mulher paraplégica terminou a prova .Quero por isso partiilhar com todos esta agradável noticia que a prova está no sub titulo do meu blogA força não provém da capacidade física e sim de uma vontade indomável."
Claire Lomas, 32 anos, foi a primeira pessoa com paralisia a completar uma maratona, graças a um fato biónico, escreve o The Guardian. A mulher percorreu os 42 quilómetros da Maratona de Londres e passou a meta 16 dias depois de a corrida ter começado com cerca de 36 mil participantes.
Centenas de pessoas alinharam-se nas ruas para assistir aos momentos finais da corrida. A ex-quiroprática chegou à meta em lágrimas, emocionada por ser a primeira a concluir uma maratona usando um fato ReWalk.
Lomas, actualmente designer de joalharia, ficou paralisada do peito para baixo depois de uma queda de cavalo em 2007. Ao The Guardian confessou que houve momentos durante o treino em que pensou que não iria conseguir acabar a maratona. «Mas quando comecei, levei um dia de cada vez à medida que passo após passo me ia aproximando da meta», disse.
Vários participantes da maratona decidiram doar a Lomas as suas medalhas, visto que a organização não a incluiu nos resultados oficiais nem lhe atribuiu qualquer prémio.
Com esta conquista, Lomas conseguiu ainda angariar cerca de 100 mil euros para uma fundação que se dedica à investigação de tratamentos para pessoas com paralisia causadas por lesões na coluna ou pescoço."Digam lá se não é fantástico..
Fonte :sol

Meia maratona DE CORTEGAÇA COM QUASE 1000 INSCRITOS..

os falta d´ar clube organizador
É já no próximo domingo que se realiza a meia maratona de Cortegaça  prova com muitas tradições  e que  já vai na 28ª edição.
É provavelmente dos percursos mais bonitos  , entre o mar e a floresta  , contribuindo para um ambiente fantástico com  a natureza a embelezar toda aquela massa  humana que todos os anos se desloca a Cortegaça.
Á no entanto um pequeno reparo a fazer á organização no que á atribuição de prémios diz respeito , a falta de equidade quando elaboraram  tabela de prémios.Como é possível uma tamanha discrepância do valor a atribuir do escalão masculino para o feminino?não existe escalão para veteranas femininas , não existe escalão para mais de 60 anos(são muitos os que correm com esta idade).Quanto a mim não estou em nenhum destes casos(não corro para ganhar prémios) mas penso ser da mais elementar justiça denunciar esta situação sempre com o objectivo de contribuir para o desenvolvimento da sociedade e das provas de atletismo de estrada , para que nas próximas edições não sejam mil mas se possível dois mil.Tenho ainda que referir que Amarante   vai participar com 18 atletas que é sem duvida um sinal que são cada vez mais os que por aqui se aventuram nesta distancia .Esperamos então que tudo corra bem para que este magnifico desporto tenha cada vez mais praticantes em Portugal , sinal que a sociedade se preocupa com a pratica da actividade física tão importante para a saúde física e mental de todos nós.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Rotas do Marão

É já este próximo fim semana 13 de Maio que realiza mais uma edição do "rotas do Marão "prova para amantes do BTT e da natureza.
Para os interessados aqui deixo o programa e tudo relacionado com a prova , sempre com o rigor do clube organizador , Aventura Marão clube.
Sócios: 20 euros / acompanhantes 10 euros Não sócios: 25 euros / acompanhantes 12.5 euros até 11 Maio
O valor da Inscrição para a maratona, meia maratona e mini maratona está incluído:
Programa
  •  Lanche de recepção no Sábado Jersey do Btt Rotas do Marão
  • Refeição de confraternização Informação turística da cidade de Amarante e Região de turismo da Serra do Marão Lembrança da Doçaria Regional da Cidade de Amarante
          para mais informações podem consultar :http://bttrotasdomarao.blogspot.pt/

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Prevenir é o melhor remedio



Prevenção da lesão no joelho

Todos nós corredores sabemos a prevalência dos problemas articulares principalmente ao nível do joelho, a que estamos sujeitos e se esta articulação não estiver bem alinhada com o pé (ou seja a passada não for neutra na dispersão das forças de impacto) os problemas irão surgir inevitavelmente.De referir também os cuidados ao nível dos ténis que devem ser adequados à distância que o atleta pratica, quanto maior a distancia maior base de amortecimento deve ter, ao tipo de passada que tem, podem realizar um teste da passada numa loja especializada para verificar se têm passada neutra ou não e adquirir os ténis a partir dessa informação, bem como aos km realizados pelos ténis que não devem ultrapassar os 700km, ao tempo de repouso que dão ao organismo e no tipo de terreno em que correm, estrada oferece mais stress articular que pista ou terra batida.Tudo isto para dizer que não pudemos alterar a nossa biomecânica, mas podemos prevenir os problemas que poderão advir da mesma adquirindo estratégias de treino eficazes, realizar fortalecimento muscular ao nível das pernas, bem como adquirir bom material desportivo.
texto publicado em http://www.aminhacorrida.com

terça-feira, 1 de maio de 2012

1º Grande Prémio Albufeira do tamega


Decorreu hoje dia 1 de Maio o 1º grande prémio de atletismo da albufeira do Tâmega no marco de Canaveses.Devo  confessar que não são este tipo de provas muito a meu gosto , por norma são provas curtas e rápidas e com poucos atletas mas como era muito próximo de Amarante e hoje é uma data particularmente feliz para nós lá fui eu para mais uma corrida.Fiquei contente por ver a rapaziada de Amarante por ali ,com tantas paragens minhas ao longo dos últimos tempos á muito que não nos encontrava-mos nas provas , foi interessante.Não quero de forma alguma dizer mal mas a prova teve uma organização muito medíocre , isto para quem como eu está habituado a participar nestes eventos facilmente dá pela diferença.Para começar um atraso de 10 minutos quando todos os atletas já estavam no local de partida , prova não estava marcada no aos km diz respeito ,o seu inicio e fim eram num local pouco aconselhado , partia num espaço muito estreito com cerca de 1km até chegar a estrada principal , nas provas de camadas jovens só por sorte não ouve problemas com tanta gente a passar e os atletas em prova. incrível: No final os tempo não bateram certo com alguns atletas a chegarem juntos e a ter 1 minuto de diferença na classificação!Outros não apareceram na tabela final!Uma atleta desmaiou a cerca de 50 metros da meta (fui o primeiro a dar assistência) e não havia ambulância na meta  foi preciso ser o carro da GNR a levar a atleta!Enfim estes são apenas alguns factos , sei que não é fácil organizar mas há coisas que são básicas.Quanto a mim apesar de conhecer bem o percurso hoje não me senti grande coisa mas terminei em estado razoável com 42:04:00 nos 9 200 metros do percurso ," durinho" diga-se.A Natércia também terminou bem assim como as outras duas atletas amarantinas presentes Elisabete Ribeiro e Joana Cristina.Todos os atletas amarantinos terminaram em bom plano.
                                                                    FOTOS DA PROVA AQUI

resultados


Pausa na Corrida

Pouco mais de 48 horas após a Meia Maratona de ovar tive um problema de saúde  por esse motivo  irei "Fazer uma Pausa na corrida&qu...