segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

S.Silvestre Cidade do Porto , mais que uma corrida , uma festa do desporto

Como se pode ver na fotografia já passavam 4 minutos
desde o tiro de partida e ainda continuavam atletas a iniciar
a sua prova
De facto assim é , este tipo de provas de rua são muito mais que uma corrida , ás tantas nem sabemos se estamos a participar numa corrida propriamente dita ou numa festa tal é o entusiasmo geral que se vive neste tipo de eventos.
Ontem não fugiu á regra , a temperatura não podia estar melhor , 14º em Dezembro á algo que não é muito comum , mas assim foi , durante a prova era visível no rosto de todos os participantes a transpiração .
Participo neste tipo de provas sem grandes objectivos , apenas e só de participar e contribuir para a festa.A organização da Runporto esteve quase perfeita , e digo quase porque continuo a dizer que as ruas são demasiado estreitas para tantos atletas partirem ao mesmo tempo, existem provas alem fronteiras que fazem varias partidas com intervalos de 2 ou três minutos para permitir uma melhor circulação de atletas evitando assim os atropelos que ontem  se verificaram , felizmente sem grandes consequências.
Também no final acho que era preciso repensar a entrega da medalhas , 15 ou 20 minutos para as receber é muito para quem acabou de correr 10 km .De resto penso que no geral a organização esteve bem contribuindo para mais uma festa do desporto popular.

3 comentários:

  1. Olá Joaquim, tb acho que com partidas de 2 em 2 minutos a corrida ficava melhor, mais segura. Ainda ontem estava a comentar isso com os meus colegas de corrida. Mesmo assim a organização esteve TOP, e com as partidas por tempos melhorou em relação a anos anteriores. Abraço e boas Corridas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também acho que este ano esteve melhor mas a
      ideia de partir com intervalos de 2 minutos seria melhor . abraço e boas corridas e feliz natal.

      Eliminar
  2. Uma prova em que um dia quero participar!
    Por enquanto não dá que as finanças (ou falta delas) não comportam esse tipo de deslocações!
    Abraço.

    ResponderEliminar