segunda-feira, 23 de setembro de 2013

E aqui nasceu a minha" 40ª meia maratona"

a nossa chegada

"Aqui nasceu Portugal" esta é sem duvida a frase a que normalmente associamos a cidade de Guimarães ,

pois foi lá que ontem decorreu a denominada meia maratona dos conquistadores , prova que se integra nas comemorações de Guimarães capital  europeia do desporto.
Como aqui já tinha escrito este seria o meu regresso ás meias maratonas pois á mais de um ano que não participava  regresso este que só foi possivel porque me empenhei em ser padrinho de mais um amigo que decidiu (finalmente)participar numa prova de estrada e logo numa meia maratona, por isso foi com muito prazer que me desloquei  a Guimarães com o Paulo Abreu meu companheiro de treino .
E foi assim que também nasceu a minha 40ª meia maratona , um numero que muito me diz apesar de já á muito poder ter sido alcançado mas por vários motivos ainda não tinha sido possivel
A nossa prova
Como treino normalmente com o Paulo sabia do que ele seria capaz , no entanto quando no local me apercebi do imenso calor que se fazia sentir á hora da prova (36º) posemos apenas como objectivo terminar , mas terminar bem .
Foi muito agradável nos momentos que antecederam o inicio da prova rever muitos dos amigos que tenho no atletismo , para alem de muitos amarantinos presentes (dois deles também em estreia absoluta)encontrei a estrela da blogosfera corredora , pessoa muito conhecida do pelotão e muito contribui para a divulgação das corridas . estou a falar de Ana pereira do blog mariasemfrionemcasa.blogspot.pt com quem troquei algumas palavras de circunstancia e tirei umas fotos para a posteridade .
Mas como disse a minha preocupação residia no meu amigo Paulo Abreu , pois contribui para ele ali estar e por isso queria que ele estivesse a gostar da festa (é assim que eu vejo as corridas).
Inicio da prova 
A prova começou e como sempre  coloquei-me na retaguarda do pelotão para evitar aqueles habituais atropelos , o grupo manteve-se coeso eu o Paulo a Ana O Miguel (outro dos estreantes amarantinos tal como o Hugo)O Mário e o João até que á passagem dos 4km a rapaziada começou  a ceder e apesar de o ritmo ir lento começamos a passar muitos atletas que não contavam com tanto calor para um inicio tão rápido.
Aos 10 km passamos com 54 minutos dentro do que estava mais ou menos previsto , mas eis que depois de já termos corrido algumas subidas começa uma subida que partiu muito o pelotão .O nosso grupo ficou partido e eu como mais experiente ainda vim atrás mas não dava já para colar os outros elementos.
Depois de passar o centro histórico a prova vira para ruas com muito paralelo e longas subidas até ao km 16 altura em que já em direcção ao castelo eram ás centenas os atletas a passo .Honestamente não contava com tantas subidas e o Paulo começou também a ceder , o calor era muito e apesar de a prova ter muitos abastecimentos as energias já eram poucas para tanto esforço.Aos 18 km 1H46 disse ao Paulo que iamos acabar com menos de duas horas mas para isso tínhamos que aumentar o ritmo , ao que ele me respondeu que não dava pois a sua "hérnia"ia a dar sinal de vida por isso era melhor manter o andamento e esquecer o tempo , como padrinho logicamente que respeitei e lá fomos em direcção á meta ,encontrando muito obstáculo nada consentâneo com o prestigio que esta prova devia ter.
Terminamos com 2h02;11 tempo do meu gps e com 21 480 metros de prova !
O Paulo gostou da experiência apesar do muito calor e do percurso muito , muito difícil para no meu entender uma prova que se quer afirmar no futuro.
Os outros amigos Hugo e Miguel também eles estreantes terminaram muito bem , estou em querer que com outras condições e mais treino temos atletas.
Em conclusão acho que a prova tem pernas para andar , no entanto terá que mexer forçosamente no percurso para cativar um maior numero de atletas , porque as organizações têm que compreender que a sua maioria faz isto por prazer (basta ver os tempos)e não está disponível para pactuar com essa historia que o objectivo foi levar a prova á cidade , pois ninguém aprecia a "historia" a correr uma meia maratona . isso é utopia de alguns iluminados.Pela minha parte fiquei feliz pelo regresso e espero continuar a fazer parte desta magnifica família do atletismo popular.

2 comentários:

Um "Mar de atletas" Invadiu o Porto de Leixões

...quase a terminar um Verdadeiro Mar de atletas invadiu ontem  o Porto de Leixões na 4ª  CORRIDA PORTO DE LEIXÕES   prova organizada...