quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Jornalistas" ou moços de recados"



Pode parecer duro escrever este titulo , mas de facto começo a ficar cheio de ver tanta incompetência no nosso jornalismo , classe que durante muito tempo contribuiu para a formação de uma sociedade mais informada e mais justa contribuindo assim para a  democracia .

Vem isto a propósito de um texto publicado na pagina do amigo da blogosfera João lima  de um comentário do jornalista da RTP a quando da transmissão da maratona do campeonato do mundo e que aqui transcrevo parte"Mas se o que acabei de dizer é verdade, também não posso ter deixado de ficar indignado com um comentário que Luís Lopes fez na TV2 em plena Maratona do Mundial de Moscovo, quando comparava as maratonas das grandes competições internacionais às chamadas comerciais e referiu que essas apenas tinham milhares de participantes pois eram preenchidas "não por atletas mas sim por corredores de fim-de-semana que em relação ao primeiro classificado não sabem quem é, não querem saber e têm raiva de quem sabe".
De facto que os corredores eram mal tratados pela generalidade da imprensa escrita e falada já sabíamos mas assim desta forma descarada é preciso ter lata.
O PAIS vive uma situação preocupante , a guerra das audiências por vezes leva a que se desinforme em vez de informar , o mais ridículo é que jornalistas que criaram uma certa imagem contribuem para esta situação lamentável , fazendo um serviço de subserviência , mais parecendo "moços de recados".
Não sou nem nunca serei atleta de elite , gosto do desporto em geral , e na minha opinião a divulgação das inúmeras provas que se realizam ao longo do ano pelos principais pontos do pais só iria contribuir  para qualidade de vida das pessoa , fazendo com que muitos se aventurassem  na pratica do exercício físico. Mas não infelizmente quem ler jornais desportivos poucas vezes se fala de corrida , optando na maioria dos dias por divulgar fotos dos chamados famosos   cativando assim os leitores e distorcendo o papel para o qual foram criados , ou seja divulgar e informar tudo o que é desporto.Felizmente que existem hoje outros meios de comunicação que em muito contribuem para a divulgação desta fantástica modalidade  .boas corridas. 

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Correr e ouvir o Coração

Correr e ouvir o Coração .Perguntarão os meus caros amigos o porquê deste titulo mas eu passo a explicar.Como qualquer corredor consciente uma vez por ano faço os habituais exames de rotina  , ora á dois anos que o meu coração dá resultados   que segundo os médicos indicam algo de anormal mas que nem eles sabem explicar , por isso me aconselharam numa primeira fase a reduzir o esforço físico.
Passado quase dois anos e depois de mais uma serie de exames o problema permanece mas está melhor.
Começo assim a fazer exames complementares para ver de onde é que realmente vem a  ligeira alteração no volume deste valioso músculo sem o qual não podemos viver que é o coração.
Em Maio fiz uma prova de esforço seguida de mais exames no Hospital de Santo António , no final o cardiologista (o mesmo que me segue á 5 anos) aconselhou-me a correr até 70% do esforço no máximo pois tudo pode ser normal mas quer ter a certeza e só depois tomar a decisão."Como não lhe posso amarrar as pernas corra mas devagar"disse-me ele antes de me dizer que os exames vão continuar .Em Dezembro vou andar com  O HOLTER e só mais tarde saberei  o que se segue , tudo isto através do SNS que como se sabe lento.
Mas como tenho necessidade correr , e porque gosto muito desta actividade desportiva vou mesmo que respeitar as indicações medicas sob pena de o prejudicado ser eu .
Por enquanto vou apenas desfrutando da corrida, e se antes corria na casa de 4/5 minutos por km agora corro a 5/6 por km , o importante é manter-me activo e a fazer uma das actividades que mais alegria e liberdade me dá que é a corrida.
Todos os que praticam actividade desportiva estão sujeitos a varias lesões , mas estas realcionadas com o coração têm que ser levadas a serio e é assim que vou fazer por enquanto , esquecendo os tempos e até mesmo as provas pois se tudo correr bem tudo não vai passar de um pequeno susto.Boas corridas a todos e divirtam-se.

sábado, 3 de agosto de 2013

Desporto , "uma linguagem "universal

com Michael Schar da BMC 
De regresso ás recentes historias que prometi partilhar com os meus amigos e leitores , assim como a toda a comunidade da blogofera corredora .
Também era domingo e por isso dia de descanso , a monotonia era quebrada sempre por algo que tivesse a ver com o ar livre .Nesse domingo decorria ali bem perto o campeonato nacional Suíço de estrada em bicicleta , apaixonado que sou pelo desporto não podia perder esta oportunidade de ver de perto esta tão importante prova que se realizava em circuito com algumas das melhores equipas a nível mundial de uma modalidade que particularmente aprecio. 
A minha paixão pelo desporto é antiga , pois sempre o vi como algo ao alcance de todos desde que praticado obedecendo a regras de conduta assim como o chamado fairy -play entre praticantes e espectadores.Foi neste espírito que parti em direcção ao local de chegada para assistir aquela que seria a minha primeira "vez"a ver uma prova de desporto profissional fora do pais.
Logo chegado ao local notei uma grande diferença com a quantidade de nacionalidades , pessoas de vários cantos do mundo ou não fosse este um  pais cosmopolita.Nos tempos da minha adolescência cheguei a escrever para uma revista Juvenil uma frase que ainda hoje gostava que estivesse sempre presente , "o  desporto e a musica são uma linguagem universal , capaz de estabelecer a paz entre as nações".
Vem isto a prepositivo do ambiente verdadeiramente saudável com que assisti á chegada dos ciclistas , respeito mutuo dos espectadores , órgãos de comunicação social e atletas , mesmo a condizer com o tal espírito que eu penso que podia ser o desporto , linguagem universal de mensagem de paz entre os povos.E foi assim nesta onda de entusiasmo que chegou o grande  vencedor Michael Schar .Resta dizer que dentro deste espírito saudável ainda deu para estar com o vencedor e novo campeão suíço de estrada um "gigante "atleta que simpaticamente acedeu aos meus pedidos para uma foto para a posteridade .E assim se passou mais uma simples e real historia em terras Helvéticas. Boa corridas .