quarta-feira, 29 de abril de 2015

ASAE nas CORRIDAS

Uma simples caminhada organizada  está sob alçada da lei
Á muito que se esperava que depois de espremer os contribuintes até á ultima gota o governo iria virar a sua luta para outros "ramos de actividade"até aqui pouco ou nada estavam controlados pela maquina fiscal.
Tudo a propósito das noticias que hoje dão como certa a intervenção da   ASAE  nos eventos desportivos de natureza lúdica.
Assim o decreto- lei  nº45/2015 de 9 de Abril vai introduzir uma nova realidade  nas actividades desportivas que acontecem um pouco por todo o pais de forma organizada.
No fundo por muito que nos queiram dizer que a lei é para proteger os praticantes , todos sabemos que tem objectivos apenas e só que visam a tributação dos valores que estão envolvidos nestes eventos e que como se sabe em alguns casos são bastante elevados.

Ora a partir de agora qualquer prova seja de trail , estrada ou simples caminhada terá que ter um parecer da respectiva federação á qual a modalidade está vinculada.

Como se sabe até aqui já era obrigatório os organizadores comunicarem ás entidades de segurança a realização do evento assim como tributar os respectivos impostos dos valores a dar aos atletas vencedores mas é provável que a maquina fiscal se tenha lembrado do valor das inscrições.... 
Enfim só não quero que sobre para os atletas de verem as inscrições  a subir por causa do aumento de burocracia.Já agora se por exemplo no inicio de cada prova aparecer a dita cuja (ASAE) e não estiver tudo nos conformes a multa é de 30 mil Euros!!
A lei determina que todas as provas a partir de JULHO tenham o novo enquadramento legal.
Se por acaso estão interessados em organizar uma prova o ideal é mesmo solicitar á respectiva federação o parecer e só depois avançar.

E que mais nos irá acontecer ? Não sei talvez como diz um ilustre amarantino  "um dia terá que haver um novo 25 de Abril num dia qualquer do ano"

Boas corridas

segunda-feira, 20 de abril de 2015

O CHIP NAS CORRIDAS

Este é um exemplo dos dados que devem ser divulgados aos atletas
(exemplo da 10ªcorrida BENFICA)
Já por uma vez escrevi aqui neste espaço sobre a importância dos chips nas competições desportivas nomeadamente na corrida , não que isso seja determinante para eu ganhar alguma coisa , nada disso nunca ganhei nada e também já não tenciono ganhar apenas gosto como em tudo da verdade desportiva mesmo que nada esteja  em jogo.
Recentemente outras modalidades como o futebol (por enquanto só na Inglaterra) introduziram tecnologias para não existirem duvidas por exemplo quando a bola entra ou não.
Como se sabe são cada vez mais os praticantes de corrida as provas têm um crescimento colossal de ano para ano o que obriga as organizações a estarem preparadas com meios de controle que possam controlar os participantes (mesmo que alguns insistam na trafulhice)
O que me espanta é algumas organizações terem o sistema e depois na pratica não disponibilizarem aos participantes os dados sobre a sua corrida , aconteceu recentemente nas minhas duas ultimas corridas.

O corredor seja qual for o seu nível gosta de saber com precisão a sua classificação , os tempos de passagem pois são como se sabe alguns dos factores de motivação para continuar a praticar esta saudável modalidade.

Por isso gostaria que as empresas ligadas a este sector continuassem a inovar  , por exemplo para evitar grandes confusões nas grandes provas os atletas partirem em grupos separados por um período de tempo (determinado previamente) pois no final com o controle chip todos irão saber o seu tempo.
Fica a sugestão.


sexta-feira, 17 de abril de 2015

Douro Run veio mesmo para ficar


Douro Run veio mesmo para ficar era assim que eu escrevia no final da edição do ano passado da Douro Run.De facto fiquei com a ideia que quer em termos organizativos quer de percurso estavam reunidas todas as condições para a prova continuar                                                                                                        e a esse respeito eu escrevi:


"A iniciar este texto sobre a nossa participação na  Douro RUN que pela primeira vez se realizou na marginal do Douro em Gondomar , quero-vos dizer que esta prova tem tudo para ser muito grande , percurso muito bonito sempre ao longo do Douro muito equilibrado com pequenas descidas e subidas  esperamos que a organização na edição do próximo ano faça desta prova uma meia maratona pois tem todos os requisitos para tal."

Em Barcelos no final da meia maratona
 com o responsavel da Douro Run
No final tive oportunidade de falar com o responsavel da organização e dar a minha opinião  ele prometeu reflectir ...ora um ano depois eis que temos a primeira edição da Douro Run em versão meia maratona.No domingo passado em Barcelos estava eu a recuperar da minha participação na prova e eis que me aparece precisamente a mesma pessoa com quem tinha falado , de sorriso rasgado deu-me um abraço como que  a dizer "aproveitamos a ideia".
Trocamos algumas palavras de circunstancia e dei-lhe os parabéns por este passo que levará estou certo alguns milhares de atletas até á marginal de Gondomar.
Espero estar presente e a quem puder estar aconselho vivamente a participação pois não se vão arrepender.
 Inscrições e informações sobre a prova   AQUI
Até lá boas corridas .

domingo, 12 de abril de 2015

Meia Maratona de Barcelos , que grande Galo !!!

O sorriso no final da minha 48ª 
O titulo deste post pode parecer sugestivo  mas depois de lerem as próximas linhas vão ver que é susceptível de várias interpretações .
Participei hoje na 2ª edição da meia maratona de Barcelos , prova organizada pelo clube Amigos da Montanha sediado nesta Bonita Cidade minhota.
Quando me inscrevi para esta prova para alem da participação na mesma tinha outro objectivo , regressar a uma cidade á qual estou ligado por razões familiares á mais de 4 décadas pois nesta região mora o meu irmão mais velho .
Confesso  que não fiz qualquer preparação especifica para esta meia distancia , pois correr uma meia maratona para mim já não me cria grande dificuldade os tempos são sempre para segundo plano.
O que não estava á espera era de um autentico dia de verão em Abril !
De facto cheguei ao local da prova por volta das 8:30 e as temperaturas já marcavam 16º que passaram para 28º á hora da prova ora isto é como sabem alguns dos meus amigos para mim um grande inimigo , o calor.
A prova iniciou-se ás 10 horas em ponto com um pelotão aceitável segundo a organização cerca de  800 atletas para esta prova (existia outra na distancia de 10  km)
Com os amarantinos Bento e Veríssimo
 que fizeram a prova juntos 
Aqui surge a minha primeira dificuldade do dia só no inicio soube que a prova era em circuito de 2 voltas !
Detesto...mas  não havia nada a fazer.
Os primeiros km foram muito dolorosos não me estava a conseguir adaptar ao calor  e estranhamente  o corpo não respondia , a passagem aos 10 km com 50`eram prova disso mesmo.
Curiosamente na segunda volta comecei a melhorar a resposta do corpo já era mais aceitável com o meu ritmo habitual mas sabia que muito dificilmente baixaria  o meu tempo da ultima meia em Janeiro na meia maratona de Amarante que foi de 1h44.

O percurso nada agradável para alem do aspecto que referi de ser em circuito ,  parte foi na variante circular da cidade o que desde logo nos dá um cenário pouco animador o calor concentrado "naquele" alcatrão...
Corri com uma t-shirt onde está a fotografia do João Marinho ele que era atleta do Desnível Positivo um clube desta região á passagem do km 15 senti uma força muito grande quando encontro um atleta desse clube que depois de olhar para mim se arrepiou ...e disse "ái o que você trás aí!
Honestamente as minhas forças redobraram terminando os últimos km a um ritmo nada condizente com parte da prova Terminei com o meu GPS a marcar 1:46:59 , o tempo oficial á hora que escrevo ainda não está publicado.

 A organização

Não gosto de criticar quem trabalha em prol do desporto mas não posso deixar em claro os seguintes aspectos:
Como é possivel a organização gastar 15 000 euros em prémios e não ter uma medalha para os atletas do pelotão que são eles que dão cor e vida ás corridas?apenas uma t-shirt e agua em nada abona o respeito que se deve ter pelo grosso dos atletas.
A prova com este traçado será difícil no futuro crescer ao nível que esta cidade merece.
Espero que sejam aspectos a  rever pois a cidade e a região merecem .
E assim foi o resumo da minha 48ª  meia maratona , a única em que participei e não tive medalha...para que conste.
A todos boas corridas.




quinta-feira, 2 de abril de 2015

Velhos ?...velhos são os trapos

José canelo 90 Anos 
Nada melhor que a filosofia popular para nos ajudar a compreender certas situações com que somos confrontados e que nem a ciência nos dá essa resposta.
Ao longo de muito tempo o  envelhecimento sofreu muitas alterações,actualmente para alem de símbolos de experiências e saber para os mais novos , são cada vez mais os que através do desporto teimam em não desistir e mostrar como se faz. Vem isto prepositivo da recente participação dos portugueses  no europeu de atletismo na categoria de masters.Foram nada mais nada menos que 14 medalhas sendo que dessas 4 foram de OURO  na categoria de M90!2 na categoria W40 e 1 W70  mais 5 de prata e duas de bronze.
São estes exemplos de juventude física e mental que podem motivar todos aqueles a quem  ouvimos dizer "estou velho"...o que dizer por exemplo de um atleta polaco que participou com 104 anos e com um tempo de fazer inveja a alguns novos.
Tenho o prazer de ter no meu restrito grupo de amigos um jovem com 90 ANOS que nas muitas conversas que já teve comigo me dizer que um dos segredos da sua longevidade e da sua lucidez mental foi ao longo dos anos nunca ter deixado de correr , só o fez já com 88 anos por recomendação medica.
Segundo ele sempre que viajava para qualquer pais (correu o mundo  no desempenho de varias actividades de leccionar a consultor ) a primeira coisa que fazia era colocar as sapatilhas , calções  e uma camisola na mala de viagem pois a primeira acção logo que aterra-se no pais do destino era correr.
Não há duvida que a corrida é uma fonte "de muito rendimento"no prolongar da vida terrena  permitindo uma maior qualidade de vida a todos os que têm o prazer de a praticar.
Aos portugueses que representaram tão bem o nosso pais e que infelizmente não têm o merecido destaque por parte da imprensa deixo aqui os meus parabéns por contribuírem  com o seu exemplo para uma melhor e mais saudável qualidade de vida.
Boas Corridas.







Enquanto há vida , há esperança e" HÁ FEST!"

Enquanto há vida há "Fest!!! Diz o povo na sua linguagem popular que "Enquanto há vida , há esperança, foi e será sempre segu...