segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Em Ovar a caminho da Maratona

8 participações na meia de OVAR
O tempo passa a correr , tal como tudo na vida quando menos pensamos e tudo passa   muito rápido.Domingo grande dia da meia maratona de Ovar , prova com tradições em Portugal e uma das mais antigas meias maratonas que realiza este ano a sua 26º edição.
Também para mim é das que mais vezes corri , e das que mais gosto pelo seu percurso , pela organização (um misto de carolice e profissionalismo) e pelo convívio entre muitos "habitues"nestas andanças das corridas.
Estou como já disse em post anterior a treinar para a maratona do porto por isso a meia maratona de ovar é mais um incentivo que aparece na altura certa para ganhar animo e motivação para tão importante desafio como é sempre correr uma maratona.
Está correr dentro do previsto a preparação , já não corro por muitos objectivos e isso torna mais fácil encarar os míticos 42195 metros , quanto mais corro ao meu actual ritmo mais gosto de correr assim , desfrutando ao máximo de tudo o que vai acontecendo em meu redor .
Já são cerca de 450 km percorridos nestas 7 semanas  , domingo será mais uma etapa em que terei que participar com a Natércia que lá vai aguentando o ritmo como pode  sempre com uma garra que a caracterize mesmo nas adversidades como são algumas lesões que têm aparecido.
Para muitos dos participantes na prova mítica a preparação é o mais difícil , quanto a mim muito honestamente é a parte mais fácil , encaro tudo muito normal na perspectiva de que vou para uma festa onde o pior que pode acontecer é não terminar que mesmo assim não é um drama.
Espero encontrar em Ovar muitos companheiros que não vejo á muito , tenho andado arredado de participar em provas (este ano apenas corri 2 meias maratonas)e é sempre um prazer reencontrar amigos que partilham a mesma vontade de correr pelo desporto e pelo convívio entre todos.
Então até á próxima corrida e continuação de bons treinos.


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

O EXEMPLO DE COMO ORGANIZAR UMA MEIA MARATONA


Numa altura em que são muitas as provas que  pela primeira vez se vão organizar  , nomeadamente meias maratonas , não quero deixar de dar o meu pequeno contributo para que as mesmas passem da primeira edição e não aconteça como em muitos casos em que os erros acumulados foram tantos que deixaram de se realizar.

Depois de ler o texto do meu amigo João lima sobre a meia de S. João das Lampas  considero    que está "lá "tudo o que os atletas precisam e gostam para voltarem sempre ao lugar onde foram felizes o mesmo é dizer  a correr onde existe respeito mutuo por todos os agentes envolvidos nestes eventos , organizações e corredores.
Com a devida vénia fica aqui o texto de João lima :

"Nascida em 1977, é a 2ª Meia-Maratona mais antiga em actividade, apenas batida pela "Mãe" Nazaré. Disputou-se ontem a 38ª edição e, além da venerável idade, o destaque vai para como esta Meia constantemente melhora ainda mais de ano para ano, sempre com a preocupação de ir ao encontro do que os atletas gostam e procuram.

E não é por acaso que o seu organizador de sempre é um conceituado atleta de pelotão, Fernando Andrade, que ao andar no meio do pelotão de tantas e tantas provas, transpõe para esta o melhor que vê, fazendo o necessário equilíbrio entre o possível e o orçamento batalhado ano após ano.
E qual o resultado final a nível de organização do que se passou ontem? Uma verdadeira excelência e exemplo para todos!
Vejamos os aspectos mais positivos:
- Um percurso aliciante e selectivo, todo muito bem marcado, não apenas com as placas quilómetro a quilómetro mas também as indicações pertinentes a cada momento (tais como aproximação de abastecimento, controlo, lado da estrada a percorrer)
- Um ambiente especial de quem sabe receber e quer que se leve a melhor recordação, e com público a aplaudir em diversos locais
- No quilómetro inicial dentro de São João das Lampas, o sino da igreja esteve sempre a badalar e na passagem em frente à igreja o padre presente a desejar boa sorte a todos os atletas
- O trânsito bem cortado e todas as informações necessárias para os automobilistas a serem devidamente explicitadas no site com as horas de corte e os desvios possíveis
- Um site bem elaborado, agradável de ser visto e com todas as informações possíveis
- Abastecimentos de 5 em 5 km, inclusive no 20º, o que também sabe bem, em especial para um dia que acabou por ser abafado, e que muitas Meias descuram por ser apenas a 1 km da chegada
- Muitos chuveiros espalhado pelo caminho. E que bem souberam!
- Dorsais personalizados, muito bonitos e com toda a informação, inclusive com o chip destacável
- A 100 metros da chegada, ofereceram rosas às atletas que assim cortavam a meta de rosa na mão
- Um característico pórtico, e tapete antes, que nos fazem sentir especiais ao cortar aquela meta
- O tempo limite foi de 2 horas e 30 mas estenderam mais 11 minutos para todos os atletas poderem cortar a meta após o seu esforço
- O saco muito bem guarnecido
- Uma medalha muito original e bonita
- Classificação bem detalhada com todas as passagens
- Cerimónia do pódio bem organizada
E de certeza que estará a passar-me algumas coisas mas a lista já vai longa

Passemos então aos aspectos negativos:
Ora estou a pensar... a pensar... não encontro nenhum... será que não há?
Ah! Há sim! Há um aspecto negativo: 
- Ter que esperar um ano pela próxima edição!
MAIS PALAVRAS PARA QUÊ ?BOAS CORRIDAS.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

A 50 DIAS DA MARATONA ...ajustar para não partir


Quando se completam 5 semanas  desde que decidi a participação na maratona  chegou a altura de ajustar os objectivos á realidade antes que as "peças"comecem a partir.

Faltam 50 dias o tempo começa a encurtar e decidi queimar algumas etapas para que o físico aguente a preparação.
Inicialmente pensava aumentar os dias de treino mas facilmente vi que já não recupero da mesma forma , por isso mantive a cadencia de três quatro treinos semanais que é o que faço ao longo do ano , com uma única alteração de meter mais alguns kms em especial ao fim de semana.
Consciente que a "coisa"já não é o que era prefiro assim que ter mais uma desilusão como aconteceu em 2010 quando ao fim de 15 semanas de intenso treino e a duas semanas da maratona de Lisboa vi todo o esforço e sacrifício  cair por terra quando me apareceu uma pubalgia causada por excesso de treino... que me impediu de participar  não quero que volte a acontecer.
Ontem completei mais um treino longo de 26km onde me senti bem a um ritmo lento é certo mas nesta fase o mais importante é meter kms para habituar o corpo ao tempo de corrida que estou a prever fazer.
Nesta preparação tenho tido a companhia da Natércia  , a espaços corremos separados mas é sempre mais agradável correr juntos , até porque também tenho interesse em que ela consiga uma boa preparação para tentar concretizar a sua segunda maratona, ontem correu 24 km e no final umas mazelas antigas regressaram mas não devem ser impeditivas de continuar a preparação com normalidade.
Este mês será o mais intenso a nível de treino , nas primeiras 5 semanas foram cerca de 300km ,os treinos longos são importantes não só parte  física como mental pois como costumo dizer uma maratona corre-se com "a cabeça"e não com as pernas...
Desejo pois a todos que também estão imbuídos neste espírito uma boa preparação com calma e muita paciência e a 02 de Novembro lá estaremos para mais um dia de festa.
Até lá boas corridas

terça-feira, 2 de setembro de 2014

GANHAR MOTIVAÇÃO...APROVEITANDO O QUE RESTA DO NOSSO PATRIMONIO

antiga linha do Tâmega 
Por estes dias muitos são os atletas que precisam ganhar motivação para correr , estou a falar especialmente para os que preparam as corridas de média ou longa distancia  que se avizinham.
Falo por mim e por vezes tenho que "inventar"uma nova motivação para ganhar coragem de enfrentar mais um treino, correr em lugares diferentes é uma forte motivação , por isso procuro nunca correr dois treinos seguidos no mesmo percurso e comigo resulta .
Mas aqui damos de caras com o problema que temos em arranjar percursos variados para todos os treinos ...um destes dias resolvi "visitar"um percurso que á muito não fazia , a antiga linha do Tâmega que está desactivada á alguns anos (apesar dos políticos locais e nacionais continuaram a dizer que vai ser requalificada) e eis que deparei com um cenário nada animador pois a mesma encontra-se completamente abandonada ...trilhos nem um ...(quem seria o sucateiro...')mas mato muito a cortar quase por completo a via.
É Realmente pena como o nosso património continua a ser tratado , ao menos podiam dar outra funcionalidade aqueles 8 km que estão numa zona magnifica com uma bonita   paisagem natural .
Enquanto for possivel irei pelo menos uma vez por semana correr neste local , aproveitando o que nos resta do nosso património.
 Numa fase de meter kms todas as motivações contam para fortalecer o treino físico e mental , nessa medida penso ser útil a alternância do local do treino como factor muito importante .
Continuação de boas corridas e muita motivação.