terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Porquê tantos a correr no meio da Natureza

Para quem está atento a estas coisas das corridas , certamente já reparou no fenómeno que é actualmente as corridas e caminhadas no meio da natureza.
De facto parece um paradoxo , durante tanto tempo a sociedade foi "direccionada "para o culto do consumismo dentro dos centros comercias .As ultimas duas décadas mostravam um mundo aos quadradinhos  nestes novos "templos"dos tempos modernos que são os famosos centros comercias onde há tudo mas afinal parece que nada há.
Também por cá se assiste a este fenómeno e é com particular  felicidade que vejo  muitos que á bem pouco tempo nada queriam com o desporto , envolvidos num projecto muito competente a todos os níveis trata-se do ADA TRAIL RUNNING grupo que tem organizado varias iniciativas , e aos poucos vai crescendo envolvendo muita juventude  , que é sempre de salutar sinal que as mentalidades estão a mudar e o futuro terá gente mais saudável .
De facto a partilha de experiências dentro do fenómeno desportivo  , aliado a outro fenómeno que são as redes sociais faz crescer este mundo fantástico que é a pratica da actividade física aliado ao conhecimento da natureza que torna na minha opinião numa saudável forma de vida.Esperamos que sejam cada vez mais a aderir a esta forma de estar e viver a vida , até porque os tempos actuais convidam a á mudança.

4 comentários:

  1. É realmente óptimo vermos as pessoas a interessarem-se mais por este tipo de provas e exercício ao ar livre. Infelizmente aqui em Lisboa ainda não noto muito isso, talvez precisamente por estar numa grande cidade. Quando chega o fim-de-semana as pessoas ainda vão muito é passear a centros comerciais em vez de passearem ao ar livre. Então quando chove parece que é a única hipótese viável e é pena que seja assim.
    Penso que também tem muito a ver com a cultura portuguesa. Noutros países europeus e até onde faz mais frio vê-se mais gente nas ruas do que aqui. Mas pode ser que aos poucos as mentalidades estejam a alterar-se.
    Um beijinho e boas corridas.

    ResponderEliminar
  2. É tudo de bom, amigo !! Meu carinho.

    ResponderEliminar
  3. Correr no meio da natureza não tem preço...

    Fábio
    www.42afrente@blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Penso que há um certa saturação em relação as provas em estrada que depois de se fazer umas tantas começam a ser monótonas.
    A corrida nas chamadas provas de Trail tem outra beleza, outro encanto e do ponto de vista físico até são mais exigentes e completas.
    Mas note-se que tudo começou no já longínquo ano de 1995 com o lançamento do DESAFIO 95 um circuito de provas de trail/montanha organizado pelo TERRAS DE AVENTURA e que deu origem ao actual CIRCUITO NACIONAL DE MONTANHA. Já nesse ando de 95 teve lugar a primeira edição da saudosa TRANSESTRELA que em dois dias (duas etapas) levava os atletas até ao ponto mais alto de Portugal continental, a Torre na Serra da Estrela. Eram cerca de 30 km num dia e 20 no outro em percursos de rara beleza que atravessavam o planalto central da Serra da Estrela. Uma prova considerada para loucos nesses idos anos de 90!
    Mas muitas e míticas provas de Trail se realizaram nessa segunda metade da década de 90 e só para dar um exemplo posso falar no Cross da Serra do Açor, 20 km de trail duro, belo e puro e cujo a primeira edição foi disputada debaixo de um temporal monumental.
    E ainda há provas que tiveram a sua primeira edição antes de 1995 como é a Corrida do Monge ou os 12 km Manteigas Penhas – Douradas sendo que está última não sendo de Trail porque é corrida em estrada é um pura prova de montanha sempre a subir! Estas duas provas ainda estão ente nós e de óptima saúde!
    A minhas desculpas por este tão longo comentário mas gosto, sempre de falar um pouco da história do Trail em Portugal pois acho de inteira justiça para os pioneiros do mesmo.


    ResponderEliminar